Um sonho para sonhar

Ontem num momento de meditação, de organização de ideias, de frustração com muitas coisas que ainda não se encaixaram, num momento de impaciência (sim, às vezes é bom e normal tê-la), refleti muito sobre o momento que vivi e este agora que segue. Grande parte da minha evolução como pessoa, como ser humano, se deu nos dois momentos mais intensos e obscuros da minha vida. Aí fiquei pensando nisso e pensei no dia e na noite. Cheguei à conclusão que não veríamos o brilho das estrelas se não escurecesse, que para sonharmos precisamos fechar os olhos. Algumas vezes algo precisa escurecer para assim mostrar o belo, se fechar para que outras coisas possam se abrir e existe uma beleza sublime no escuro. Existem presentes naturais e sobrenaturais para cada fase, para cada transição física, emocional e espiritual.     Estamos avançando num universo sem manual de instruções, estamos compreendendo nossos desafios da melhor maneira que conseguimos LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Passando de fase!

Sabe aquelas retrospectivas de final de ano? Então, nunca gostei! Acho cansativo reviver tudo de novo, mesmo repassando só coisa boa. Prefiro pensar no que ainda está por vir, depois de tudo que se aprendeu, de tudo que se conquistou, de tudo que se riu. Tirar tudo isso de bom e partir pra outra. Também acho ingenuidade achar que vamos zerar a vida nesse réveillon e ser uma página em branco no próximo ano, até porque como citei, gosto de levar muito de mim para o próximo período. Afinal de contas, já aprendi tanto nessa fase, que vai ser fundamental para passar a próxima. Aproveite essa época para mudar os seus poderes, mude, crie e recrie. Entre num salão e muda o visual, tente experimentar aquela comida que você “acha” que não vai gostar, fale com aquele amigo que está meio afastado. Ligue mais vezes para seus pais ou familiares, “ligue” pra você e conecte-se mais com sua alma. Esse foi o primeiro natal na minha casa nova, pois vocês sabem que casei em LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

De volta pra vida – Praia

Há anos, quando acordo e sei que tem sol, fico louca pra ir à praia. Na maioria das vezes, obviamente, não posso ir, pelos compromissos diários e por coincidir com o horário de trabalho. Mas chega final de semana e se olho pro céu é o astro sol está brilhando, já quero descer para a piscina ou ir à praia. Quando não consigo ir, sinto que desperdicei um belo bronzeado rs 👙 Após a cirurgia, que aconteceu no fim de julho, fiquei impedida de tomar sol, principalmente para proteger as cicatrizes. Dois meses depois já começava a quimioterapia e uma especificação era estar extremamente proibida de sair de casa sem protetor solar, não só no rosto mas também no corpo inteiro. O tipo de química que usei, me causaria uma fotossensibilidade muito grande e poderia me causar manchas na pele. Como sou muito cdf cumpri todas as recomendações. Finalmente tendo terminado o tratamento, depois de alguns dias, fui autorizada a pegar sol (ainda com muita proteção). E na sexta feira LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!