Saindo da caverna

Há um tempo sentia que já tinha passado pela pior fase da minha vida. Pensava que depois de ter tido câncer aos 24 anos, a vida só me reservaria encantos e ainda que enfrentasse algumas dificuldades, já que isso era óbvio, pois não era completamente iludida, mas sabia que nada seria tão terrível quanto ao que vivi há 5 anos. Quando casei, agora em maio, e comecei a morar na nossa casa com o Caio, todo dia, quando fazíamos a nossa tradicional dancinha na porta quando um ou o outro chegava, pensava: "Pqp, não é possível que eu seja tão feliz assim!!" Vocês têm ideia do que é ter felicidade TODOS os dias? Gente, tô falando de felicidade PURA, daquela da boa e eu!? Eu tava recebendo essa dádiva todos os santos dias!! No momento que começaram as suspeitas de um novo nódulo eu me senti invadida por um medo terrível, um pânico em ver aquilo virando realidade. A cada exame o pavor de me ver vivendo meu pior pesadelo era tão doloroso que acreditava que, por isso, essa LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Encarando o câncer por Ju Kozlowzki

A notícia de um câncer é desesperadora. O chão abre e então você se vê cair em queda livre, sem parar, sem destino. É nessa hora que mil questionamentos surgem, você se questiona se será capaz de aguentar essa presepada que a vida colocou no seu caminho. É agora que você tem que parar e pensar que se isso está acontecendo com você é porque existe um motivo, assim como uma causa para essa doença ter chegado na sua vida. A partir do momento que você encara o câncer de igual pra igual, ele fica pequenino, não te engole. É preciso entrar nessa guerra com a certeza de que só existe espaço para um vencedor: VOCÊ.     É fácil? Com certeza não. Muitos momentos de fraqueza física e até mesmo psicológica. Você se questiona, muda sua visão de mundo e até mesmo seus propósitos de vida. Se você permitir, o câncer é capaz de trocar as lentes de contato com que você enxerga o mundo. É incrivelmente mais colorido. Com o tempo, você consegue LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Peitos!

Mais uma semana começando e fico feliz por mais um dia. Na verdade estou na torcida para os dias passarem bem rápido, já que esta sexta faço minha penúltima quimio e dia 17/11, se Deus quiser, finalmente tudo acaba! Quando olho para alguns meses atrás, parece que se passaram anos. Fiquei lembrando da minha cirurgia para retirada dos seios e percebi que ainda nem se completaram 3 meses. Tudo está acontecendo de forma muito rápida, mas a quantidade de processos a serem concluídos são muitos, por isso essa sensação de “faz tempo”. Por falar nos meus (•)(•) peitinhos novos, eles estão cada dia melhor. Cada vez mais eles se moldam ao meu corpo e as próteses se assentam na mama. Estou muito satisfeita (e o Caio também, rs). Sei que muitos ficam curiosos com o resultado final e, principalmente, quem está com uma cirurgia como esta agendada. Muitas mulheres ficam inseguras em “perder” uma parte tão feminina do nosso corpo, mas a cura é o essencial e precisa LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!