Encarando o câncer por Ju Kozlowzki

A notícia de um câncer é desesperadora. O chão abre e então você se vê cair em queda livre, sem parar, sem destino. É nessa hora que mil questionamentos surgem, você se questiona se será capaz de aguentar essa presepada que a vida colocou no seu caminho. É agora que você tem que parar e pensar que se isso está acontecendo com você é porque existe um motivo, assim como uma causa para essa doença ter chegado na sua vida. A partir do momento que você encara o câncer de igual pra igual, ele fica pequenino, não te engole. É preciso entrar nessa guerra com a certeza de que só existe espaço para um vencedor: VOCÊ.     É fácil? Com certeza não. Muitos momentos de fraqueza física e até mesmo psicológica. Você se questiona, muda sua visão de mundo e até mesmo seus propósitos de vida. Se você permitir, o câncer é capaz de trocar as lentes de contato com que você enxerga o mundo. É incrivelmente mais colorido. Com o tempo, você consegue LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Cabelos

Linda seu cabelo vai cair de novo? É uma pergunta frequente e mesmo quem não a faz diretamente, já deve ter pensado, não é mesmo? O projeto Uma Linda Janela, veio justamente para isso, para responder todas estas questões, tratamos de aborda-las da forma mais leve possível, mas ainda assim sem maquiar nada. Estamos sendo sinceros aqui e nossa alegria é poder abrir nossas janelas a vocês. Meu Oncologista o doutor Gilberto Amorim, especialista em oncologia mamária, estava se aprofundando em me explicar o tratamento desta vez e, eu o interrompendo algumas vezes, pois não me restringi em fazer inúmeras perguntas e ele muito dinâmico e perfeccionista me respondia todas da forma mais completa possível e quanto mais falava, mais ao final das orientações chegávamos. Então ele parou e desta vez quem tinha uma pergunta era ele: "Linda, estou curioso pois até agora você não me perguntou sobre os cabelos". Algumas pessoas não entram num determinado assunto por medo, não perguntam LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Quem disse que é fácil?

Oi, meus amores! Hoje é o quarto dia pós quimio e como os médicos haviam adiantado os sintomas realmente estão mais brandos. Não digo que é fácil, pois por menor que seja a reação o processo é cansativo e, num mundo ideal você nem precisaria estar passando por isso, não é mesmo!? Claro que quero meu corpo 100% de novo e sei que falta pouco, mas é importante dizer a todos vocês que não precisamos ser 100% fortes e motivados o tempo todo. O limite "saudável" disto, nós mesmos precisamos ir administrando, ou seja, se na maior parte do tempo ficamos tristes, chateados, deprimidos, temos que pedir ajuda e acreditem... elas existem de várias formas. Sempre tem uma mão para segurar na nossa, seja a de um familiar, de um amigo, um terapeuta, de um guia religioso ou às vezes do próprio médico. Comigo acontece ao contrário, na maior parte do tempo fico bem e isto é inerente a mim, acontece naturalmente, não me forço, por isso nas raras vezes que fico mais "irritada", LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!