Colaboração

Provavelmente você já ouvir falar em colaboração ou que algo é colaborativo. Certo? Isso é válido para criação de produtos, serviços, campanhas e soluções em geral. Vamos aprofundar um pouco o que isso significa e trazer ao nosso tema. Lembrando que não tenho a menor pretensão de dissertar sobre o tema, há vários artigos e até livros acerca do tema e que explicam com muita propriedade acadêmica e de pesquisa a respeito.

Mas basicamente quando se refere a um negócio, processo ou algo colaborativo, é dizer que a construção ou aperfeiçoamento do mesmo é feita com a participação de diferentes personagens. Talvez atualmente isso esteja mais em evidência pois o mundo, na verdade, sempre dependeu de colaboração para evoluir e seria um desperdício não utilizarmos os recursos que estão aí dispostos para ajudar a solucionar nossas questões e promover o desenvolvimento.

Pare rapidamente para pensar em todos os círculos sociais que você está inserido: amigos de infância, colegas de colégio, de faculdade, família, equipe do trabalho, parceiros de trabalho, namorada (o), esposa (o), amigos de hobbie (do futebol, da academia, da yoga). Enfim, muita gente, né?

Agora imagine tentar aproveitar, no bom sentido, todo o potencial dessa extensa rede em prol de uma causa sua e que você fizesse o mesmo quando acionado para uma causa alheia também. Com certeza teria MUITA colaboração! Meu conselho aqui é: esteja disposto e saiba usufruir dessa colaboração. Não se importe tanto com qual vai ser o envolvimento de cada um, há pessoas que vão exceder suas expectativas e outras estarão abaixo do que você esperava, mas tudo bem.

Nós, eu e a Linda, tentamos fazer isso durante o período da doença e até hoje, na verdade. Não vou dizer que conseguimos 100%, poderíamos ter feito mais, mas fizemos muito. Como? Começamos contando aos outros a situação. Eu falei para a minha família (que estava ciente de tudo desde o começo), ela para a dela. Contamos nos trabalhos, às equipes e, no meu caso, aos meus sócios. Até para clientes eu falei. Aos amigos, idem. Nesse ponto não contei a todos, porém hoje acho que deveria.

Depois fomos sabendo absorver o que cada um trazia: uma pergunta sincera para saber como estava, um convite para algum programa, uma palavra amiga, um exemplo de força. Tudo isso vai nos preenchendo e colaborando para vencermos esse desafio. Isso nos dá um senso de responsabilidade, entendemos que aquela luta não é só nossa, tem muita gente torcendo e ajudando como pode. Alguns até sem saber como ajudar, não se pronunciavam, mas depois soubemos que rezavam pela recuperação da Linda.

Sou extremamente otimista quanto ao futuro. Os recursos estão disponíveis, basta sabermos utiliza-los com prudência e alinhado aos objetivos corretos, a humanidade irá evoluir e desfrutar de forma exponencial a muitos avanços que surgirão a partir desse grande efeito colaborativo.

colaboracao

Ps: se quiser comentar, basta clicar no título do post. Abrirá uma janela com o campo de comentários abaixo 😊

Gostou? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *