Quero dica!

Quando adoeci há 5 anos, alguns processos funcionaram um pouco diferente. Além dos protocolos serem outros, por motivos médicos, eu tive que encarar muita coisa e estava totalmente despreparada. Claro, ninguém nunca está realmente pronta, mas o que quero dizer que jamais convivi com ninguém muito próximo que já tivesse passado por um câncer (seja ele qual for), então fui leiga em muitos aspectos. Fiz o que muita gente faz e pesquisei referências online. Encontrei alguns blogs e confesso que só me agradei de um, me identifiquei principalmente pela idade da moça e pelo estilo de vida. Mas ainda assim me faltavam algumas dicas que teriam sido de muita utilidade, então acabei aprendendo ou “inventando” soluções na marra. Desta vez, na fase 2.0 da doença (rs), estava muito mais desenvolta e com alguns truques na manga sobre o lado mais superficial do processo. Recebi também mais assistência pela clinica onde me tratei, já que da vez passada fui atendida num hospital LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!