Cabelos

Linda seu cabelo vai cair de novo? É uma pergunta frequente e mesmo quem não a faz diretamente, já deve ter pensado, não é mesmo?

O projeto Uma Linda Janela, veio justamente para isso, para responder todas estas questões, tratamos de aborda-las da forma mais leve possível, mas ainda assim sem maquiar nada. Estamos sendo sinceros aqui e nossa alegria é poder abrir nossas janelas a vocês.

Meu Oncologista o doutor Gilberto Amorim, especialista em oncologia mamária, estava se aprofundando em me explicar o tratamento desta vez e, eu o interrompendo algumas vezes, pois não me restringi em fazer inúmeras perguntas e ele muito dinâmico e perfeccionista me respondia todas da forma mais completa possível e quanto mais falava, mais ao final das orientações chegávamos. Então ele parou e desta vez quem tinha uma pergunta era ele: “Linda, estou curioso pois até agora você não me perguntou sobre os cabelos”.

Algumas pessoas não entram num determinado assunto por medo, não perguntam por pânico da resposta. Outros com perfil diferente querem saber os mínimos detalhes de tudo, ainda com medo, já que preferem estar preparados e entender em miúdos, é uma forma de defesa e, sinceramente, sempre me encaixei neste segundo perfil aqui. Por isso talvez o espanto do médico em não abordar o tema (ainda).

Não que o fato de perder os cabelos não me importe. Me importa sim, não vou ser hipócrita e dizer o contrário. Para falar a verdade acho que me importo muito mais desta vez do que na primeira há 5 anos. O motivo não está ligado à vaidade, mas por entender que desta vez o tratamento está mais leve e mais rápido, se tudo ocorrer bem, em novembro tudo acaba e ficar careca, por esse motivo, por enfrentar novamente a doença e ter que olhar no espelho e encarar essa “lembrança” por meses e mais meses, mesmo o tratamento tendo acabado e tendo sido tão rápido, me dá uma certa repulsa.

Ainda assim, para mim o mais importante é acabar este ciclo, cumprindo todas as recomendações dos especialistas e vencer novamente, por isso, a pergunta acabou ficando em segundo plano.

Doutor Gilberto, parece que em sintonia comigo, ao me explicar os efeitos desta quimioterapia e apontar uma possível queda dos fios, que diga-se de passagem é muito mais leve que aquele meu primeiro tratamento que me deixou carequinha em poucos dias, me sugeriu o uso de uma tecnologia nova que havia chegado na clínica há pouco tempo.

Disse que usando uma touca térmica gelada durante as sessões, combinado aos fato desta quimio já não apresentar uma queda tão acentuada nos fios, poderia ser muito efetivo (no meu caso). Além disso a possível queda aconteceria de forma mais uniforme e como o tratamento seria curto preservaria grande parte dos fios.

Gente, eu estou preparada para tudo!!

Na primeira sessão usei a touca e ainda não caiu nada, parece que a queda (pois ainda assim deve cair alguma coisa), começa a partir do décimo quarto dia, ou seja, só vou chegar lá no fim desta semana e assim vou contando para vocês. O efeito da touca varia de pessoas para pessoa, então só veremos o real efeito à medida que os dias forem passando.

Sei que devem ter ficado mega curiosos, por isso o próximo no post vou explicar tudo sobre o ela e exatamente como ela “trabalha” para preservar o máximo possível das madeixas. 🙆🏼

Se tiverem dúvidas me enviem, assim posso respondê-las também no próximo texto.
Não se esqueçam que o mais importante é chegarmos no fim da meta, seja com cabelos ou não 😉

OBS: esses pontos são referentes exclusivamente ao meu caso. Consulte sempre o seu médico.

Siga nosso Instagram @umalindajanela 😉

Gostou? Então compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *