Somos pequenos. Mesmo.

Semana passada foram descobertos 7 planetas pela NASA, sendo que 3 deles encontram-se na zona habitável e tem grande chance de ter água, oxigênio e, quem sabe, até vida. Eles estão há "apenas" 39 anos-luz de nós e uma grande e quente estrela, como é o Sol para nós, faz com que a temperatura desses planetas seja compatível com o desenvolvimento biológico. As informações completas sobre isso estão aqui . Para quem não sabe, considerando o que sabemos (que acredito ser ainda muito pouco) da história da vida, e colocássemos toda a evolução em 1 dia, o ser humano teria nascido às 23h59h12, conforme indica a imagem abaixo.     Ou seja, nós nascemos agora pouco e somos 1 espécie entre tantas outras de um planeta pequeno entre milhares, talvez milhões que existam por aí em vários sistemas. Conclusão? Somos pequenos. Mesmo. Ok, filosou bastante, mas onde você quer chegar com isso e de acordo com o tema do blog? Essa pode ser uma genuína pergunta LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Surpresa de Carnaval

Essa semana oficialmente começa o Carnaval, mas na verdade ele já está aí tem um tempo. Aqui no Rio de Janeiro desde o início do ano são centenas de blocos que reúnem milhares (no total até milhões) de foliões. E a gente tem uma história que tem tudo a ver com a época. Como vocês sabem, a Linda fez o tratamento dela no Hospital Clementino Fraga Filho, hospital universitário da UFRJ. Lá ela teve contato com alguns médicos, inclusive residentes, durante suas consultas na oncologia e mastologia. Em uma dessas, ela foi atendida pelo Dr. Gustavo Gitelman, médico que inclusive já havia atendido à Fran, a amiga do sorriso largo. Ao saber do nome da paciente ele comentou: - Seu nome é bem diferente, né? - Sim, meu pai muito fã dos Beatles me chamou assim por causa da Linda McCartney, esposa do Paul McCartney. - Sério!? Eu tenho um bloco em homenagem à banda! Sobre essa história do nome da Linda tem um frasquinho só pra isso, só clicar aqui. Em relação ao tal LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!

Dupla comemoração

Andei um pouco sumido, muito por conta do trabalho, mas estou aqui de novo. É interessante como após certas situações nossa percepção muda. E muda até sobre aquilo que já acontece. Quando é aniversário da Linda, Natal, Réveillon, Dia dos Namorados ou algum outro dia especial, anteontem teve o Valentine's Day, por exemplo, as datas passam a ter uma dupla comemoração. A primeira é por ela em si e todo o simbolismo que a envolve, seja ela qual for. E a outra felicidade é por poder compartilhar aquele momento novamente. Ou seja, a alegria é em dobro. Principalmente nos aniversários da Linda fico particularmente agradecido por poder estar ali novamente curtindo aquele momento. As ocasiões passam a ter um gosto especial, maior e mais intenso do que antes. E entendo ser este um grande legado de todo esse processo que, por mais que seja doloroso e difícil, gera também consequências únicas e positivas. E você, já teve alguma situação que percebeu isso? Ps: LEIA MAIS [...]
Gostou? Então compartilhe!