Músicas

Nossos sentidos são estimulados a todo momento e, assim, geram memórias. Afinal, quem nunca se lembrou do sabor de um prato especial? Ou então do perfume de um encontro marcante? Das cores de uma paisagem deslumbrante vista em uma viagem? Ou ainda da textura de uma roupa exclusiva para um evento?

Pois é, eles fazem uma conexão com situações da nossa vida. Hoje, vou contar duas delas que ocorreram relacionadas à audição.

Não é novidade para ninguém que as músicas tem poder de nos levar a diversos sentimentos, sendo capazes de nos concentrar, emocionar, vibrar e até incomodar. Então relato o momento que ouvi pela primeira vez duas músicas que me fizeram lembrar de todo o processo vivido junto à Linda.

Há mais ou menos um ano e meio, de manhã cedo, antes de ir para o escritório, recebo uma mensagem da Linda no whatsapp com o link de um clipe. Despretensiosamente, eu abri e comecei a ver. As lágrimas foram inevitáveis. Eu estava despreparado para o que vinha, as imagens me remetiam a momentos nossos do dia a dia e o refrão da música ao que a gente acreditava. Fui tomar banho e eu, que costumo ser mais frio, chorei e MUITO. Não era um choro triste, nem feliz, talvez de alívio por tudo aquilo e também por ter me dado conta de que poderia aproveitar mais momentos ao lado dela.

Então saí do banheiro, me arrumei e fui mostrar a minha mãe o clipe, na época eu morava com ela. Imediatamente seu nariz inchou, os olhos se avermelharam e as lágrimas novamente desceram. Ela também se emocionou demais.

Vocês devem estar curiosos pra saber qual a música, certo? Pois então, segue abaixo:

A segunda música foi em uma situação bem diferente. Havia ido a uma degustação de buffet e open bar junto a clientes para uma formatura que estava produzindo, isso foi em maio desse ano. Ao chegar em casa, liguei a TV e botei no Youtube, hábito que tenho para que o ambiente tenha som e mais “vida”. Gosto muito de reggaeton, um ritmo latino que faz muito sucesso nos países de língua espanhola. No Brasil, aos poucos está se popularizando, mas lá é uma febre! E como a Linda é meio brasileira, meio chilena, acaba servindo também para eu praticar o idioma.

Quando você bota uma música no Youtube, existe a opção de ir passando para uma outra relacionada logo em seguida. Foi então que veio uma que não conhecia e o clipe começava de uma forma um pouco diferente e isso me atraiu. Ouvi e olhei atentamente e fiquei encantado com a mensagem que era passada. Sim, remetia diretamente ao câncer, mas de uma maneira que me deixou sorrindo ao final dele. A Linda estava vindo e estava ansioso para mostrar a ela, mas até isso acontecer eu coloquei o clipe várias vezes para aprender a letra.

Ao chegar, a chamei para sentar no sofá e então assistimos juntos. Seus grandes olhos ficaram mareados, mas com uma emoção terna, calma.

Segue abaixo para que vejam também:

 

Ao pensar nesse texto, percebi também a importância e o alcance que um artista pode ter. O discurso transmitido através de um vídeo e música como esses que repercutem milhões de vezes, tem um papel social fundamental. Fico feliz de ver obras tão bem executadas e que tenham um propósito tão positivo chegarem a essa escala.

Espero que gostem das músicas! E caso tenham alguma especial também, por favor nos contem 🙂

Ps: se quiser comentar, basta clicar no título do post. Abrirá uma janela com o campo de comentários abaixo 😊

Gostou? Então compartilhe!

2 thoughts on “Músicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *